Wednesday, December 11, 2013

Uma semana com o pai (parte II)

Afinal não foi uma semana. Foi menos, muito menos. O M adoeceu e ficou em casa de 4a a 6a. O pai foi lá ter a casa mas eu estive também a maior parte do tempo. Na 6a fomos buscar a irmã do M ao aeroporto e ele dormiu com eles no hotel. No sábado à noite, estava eu a preparar-me para ir a um jantar, telefona-me o pai a dizer que o M queria vir dormir a casa. Vem o M ao telefone, que não se passa nada, mas está a chorar. Lá coordenei tudo e ele foi dormir à minha mãe. No dia seguinte de manhã  não quer ir com o pai; à noite faz uma fita para sair do carro da avó quando esta os foi deixar a todos ao hotel. 

Ainda hoje não sei o que se passou para o deixar assim. Provavelmente nada de especial, penso que o M se sente excluído quando estão cá os irmãos e o pai, mas parece-me que vai ser cada vez mais difícil convencê-lo a fica com o pai uns dias. 

Dançar slows

Eu a tentar ensiná-lo a dançar slows. Ele a dizer que é ridiculo, "não faz sentido dançar tão pegadinho!". Falamos daqui a uns aninhos, sim meu amor?

A moda

Eu: M, o teu pullover tem um buraco..
Ele: Onde? Na manga? Eu até acho que fica giro

Amor é....

Amor é estar sentada à mesa do pequeno-almoço às sete da matina a ouvi-lo falar de ligas dos campeões passadas e fingir que estou interessada

Thursday, December 5, 2013

As meias

Na escola do M usa-se farda. Há mais de um ano que ele vai de meias azul escuro para a escola. Todos os dias - faça sol ou faça chuva. Normalmente eu deixo a roupa preparada junto à secretária dele mas no outro dia esqueci-me. Estava na cozinha a preparar o pequeno almoço quando o ouvi a gritar "amã, esqueceste-te das meias!!". Gritei de volta, "não tem mal, tira tu umas!"  E ele assim fez. E vestiu umas azuis. Com riscas verdes!!! 

Rodopio matinal

São 7.52 da manhã e já estamos atrasados. O M está ao pé da porta mas de repente sai a correr para a sala e depois passa por mim e vai para o quarto. Volta. Abro a porta. Ele espirra duas vezes. Fecho a porta. Vou a casa de banho, volto com o rolo de papel para assoa-lo. Tudo pronto. Abro a porta. O casaco ficou sujo. Vou à cozinha buscar mais papel. Ele vem atrás. Limpo-o. Vamos de volta para a porta. E as minhas estrelitas? Sim, pode ser mais tarde, mas tenho fome. Volto à cozinha, ponho as estrelitas numa caixa. Dou-lhas. Ele sai. Falta o medicamento. Volta. Voltamos a entrar na cozinha. Pego nas coisas. Saímos. Chegamos à escola já depois do 1o toque.

Nada disto é por si anormal ou assinalável. O que me ficou na cabeça desta manhã é que não levantei a voz para dar um grito, ou dois. E assim, embora num rodopio a manhã começou de forma calma. 

Saturday, November 30, 2013

Uma semana com o pai

O pai do M está cá há uma semana, vai estar por 9 dias e ele está radiante. O M é daqueles miúdos que precisam de contacto físico, e encosta-se ao pai, põe as pernas por cima dele, fala pelos cotovelos, ri-se, é lindo. E eu realizo que ele NUNCA passou tanto tempo com o pai. Aos 7 anos, quase 8, o meu filhote nunca tinha passado 9 dias com o pai. A culpa é uma merda.

Friday, November 29, 2013

Escolhas

O M adora este esquema. Eu tento fugir mas ele apanha-me sempre.  

Eu: Que livro é que vamos ler hoje?
Ele: Escolhe tu

Eu: É melhor seres tu a escolher, a mim é-me indiferente. 
Ele: Não, escolhe tu. 

Eu: Escolho este. 
Ele (de imediato): Não. Lemos antes este. 

Thursday, November 28, 2013

(O)bué

Amã, a prof. Ma João disse para escolhermos um instrumento. 

Ah, sim?

Sim, mas ela disse que escolhemos mas depois vemos em que é que somos bons... 

Ahhhh...

Ela explicou-nos que quero tocar bué mas depois era muito boa a tocar piano.

O que é que ela queria tocar bué??

Tocar bué!

Sim, mas tocar bué o quê??

Tocar bué!!

Ah, obué!!!

Friday, November 22, 2013

Sunday, November 17, 2013

Ultrapassado!! Finalmente...

Eu e o M costumamos ter as nossas conversas sérias em dois sitios: no carro e quando estamos a lavar os dentes. Num destes dias enquanto lavavamos os dentes falámos de relações que começam e acabam. Depois pu-lo na cama. 

Eu: mas se há alguma coisa que não percebeste ou que gostavas que eu te explicasse diz que a amã explica melhor
Ele: ah, sim, não percebi muito bem do ...ino
Eu: do Vitorino????
Ele: não!! Do violino!!! (retomando assim uma conversa prévia)

Parece-me que o tema foi finalmente ultrapassado e sem sequelas. Um alivio. 

Friday, November 15, 2013

Bordel

Há dois dias atrás dei por mim a cantar a música dos Peste&Sida (??). Ele perguntou-me o que significa obtuso e bordel.  Não soube como responder à segunda, disse qualquer coisa sobre ser uma palavra de adultos e adiante. Tudo um erro craso, claro. Porque o M tem boa memória e onntem cantarolava distraído e em voz alta "és cruel, meteste a tua filha num bordel!! Um dia destes sou chamada à escola...

Tuesday, November 12, 2013

A ginástica dita "muito avançada"

O M quer ser futebolista mas também quer desistir do futebol. Diz que não lhe passam a bola e que não quer ir mais. Aqui perto há um clube atlético com ginástica formativa e ginástica acrobática, aquilo a que o M dá o nome de ginástica muito avançada (o vizinho de baixo disse-lhe que andava na ginástica avançada). 

Depois de ponderar - não quero que o M se habitue a desistir de tudo o que não gosta ou é difícil - levei-o a experimentar a aula de ginástica e gostei muito. Vai certamente ajudá-lo com a postura e coordenação. 

Quando saímos da aula disse-lhe  que para fazer a posição X tinha que estar mais direito. E ele respondeu com toda a honestidade, mas dói-me!

Sleepover

Foi o 1o sleepover à séria do M, e eu esmerei-me: montámos a tenda de campismo na sala, enchemos o colchão insuflável, sacámos dos sacos camas e lanternas. Até as cadeiras de campismo pusemos na sala! Vimos um inspector Closeau, fiz um bolo de limão e à noite ainda os ouvi na galhofa algum tempo. Foi um sucesso!

No dia seguinte eles acordaram cedissimo e por isso cansados, e o dia já precisou de mais gestão. O M e o D são os melhores alunos da sala, são melhores amigos, e são muito competitivos. O meu tem aquilo a que ele dá o nome de "mau em perder" e frustou-se quando jogaram futebol. Mas divertiram-se e o M ficou feliz.

Saturday, November 9, 2013

Entrada de dia 8/11/2013

"A amã está ocupada com não sei o quê depois descubro"

A entrada do M de dia 8/11/2013 no seu bloc

g-u-e-i

-  M, os meninos da escola ainda chateiam muito o G?

- Sim, chamam-lhe g-u-e-i (o M soletra quando quer dizer qualquer coisa que sabe que eu nao vou gostar). 

- Gu - ei?? digo eu fazendo-me de tonta

- G-u-e-i! Em português o 'g-u' lê-se 'g'

- Ah, guei!

- Sim, mas eu já-lhes disse que é só por casamento (!!!??!!) (pausa), não é Amã?

Não sei bem o que ele queria dizer com esta do casamento, mas lá lhe expliquei o que era ser gay (e como se escreve) e também que  deve defender o seu amigo. Quanto ao resto, no comments. 


Friday, November 8, 2013

Co-piloto

O M já andou de carro à frente 4 vezes: 2 x de dia, 1 x de noite, e 1 x de noite com chuva (falta andar 1 x de dia com chuva, diz ele). Mas o giro é vê-lo no banco da frente a abrir o porta luvas e a controlar o rádio!

(P.S- ele só andou na frente por razões de força maior).

Snarky

Hoje, como todas as manhãs, quando o M sai do carro despeço-me:

- Gosto de ti!!
- Sorte a tua!!  responde-me ele hoje.

(No outro dia explicou-me que aprendeu isto com o capitão haddock numa conversa que este teve com o Girassol. Uma verdadeira fonte de ensinamentos este tintim).

Wednesday, November 6, 2013

positive reinforcement

Uma das coisas boas de ter tido o M na America dos Estados O'nidos e'
ter aprendido e aproveitado algumas das tecnicas deles no que toca a
educacao dos crios. Por ca, e talvez devido a nossa lingua, passamos
muito tempo a criticar as criancas, "O' Manelinho nao sejas chato!"
enquanto la dizem "O' Manelinho nao facas coisas tao chatinhas".
Outra coisa que li, e que me pareceu essencial, foi a coisa do
positive reinforcement, e' quando o M se porta melhor que lhe presto
mais atencao. Ou seja, em vez do "O' Joaozinho, estas a fazer
tontices!" tento dizer-lhe "Ena, Joaozinho, portaste-te tao bem
hoje!! Ja estas tao bom a fazer X e Y" etc e tal. Ha outras coisas
que li e pus em pratica, nao falar da crianca em frente a dita, dizer
mais vezes sim que nao (muitas vezes e' um sim condicional), e quando
ele esta zangado nao desvalorizar com um "ah, o Jose, nao te zangues"
mas sim um "Jose, sei que estas zangado por X e percebo que isso te
tenha chateado mas...".

Sei la se tudo isto deu resultado ou nao. Devo ter feitos outros
erros grandes, mas ha uma coisa que adoro ver que e' o meu filho a
dar positive reinforcement a outros. Eu digo-lhe muitas vezes que me
convence muito mais facilmente a fazer o que ele quer com um riso do
que a chorar, e ele parece por isso em pratica. Por isso quando joga
futebol comigo, com a minha mae, ou com a minha prima vai soltando
frases encorajadoras, sendo que destas a melhor foi: "estas muito
melhor!! tens praticado?? Agora so falta praticares as jogadas mais
complexas!!"

gabar-me

E aqui fica a nota que o M foi o unico menino do 2o ano inteiro (sao
55 catraios) a ter um "Muito Bom" a Portugues. E teve 100% a Ingles.

E embora ache que as notas nao sao importantes, podendo mesmo ser
contra-produtivas dado que estamos a falar de criancas de 7 anos, nao
posso deixar de estar orgulhosa

os livros do tintim

Enquanto lavamos os dentes

Ele: imbecil!!
Eu: Hey!! Entao que e' isso??? E do capitao haddock, nao e'?
Ele (risos): Sim, e' o que os macacos lhe dizem

E depois dizem que os livros nao ensinam...

e' tao bom morar com o M

O M precisa de dormir pelo menos 11 horas por noite. Nem sempre e'
facil deita-lo a horas mas quando o faco no dia seguinte os meus
esforcos sao sempre recompensados. O M que normalmente e um doce
nestes dias e' ainda mais querido. Hoje acordou veio para a minha
cama ja a falar sobre a questao pertinente do dia (o topico pode ser
star wars, pokemon, trash can, etc) e depois foi para a cozinha
fazer-me o pequeno almoco. Sempre em dialogo e com muitas perguntas -
ama, onde e' que esta o pao? ama, sabes onde e' que esta a tampa,
diz-me so com a tua voz!! Quando cheguei a cozinha tinha uma torrada
e um cafe com leite, e um menino super orgulhoso dele mesmo por ter
conseguido fazer tudo sozinho.

Gosto muito de pensar naquilo que consegui fazer da minha relacao com
o M. Passam dias sem ter que me zangar e sem ter que dar um grito. E
com a pratica (de ambas) consigo dizer mais vezes 'sim' do que 'nao'.
Foi a custa de disciplina militar durante muitos anos mas, para nos,
deu frutos. Gosto da nossa harmonia.

E o meu pequenino e' realmente o maximo.

Thursday, October 31, 2013

Os livros mais vendidos

- Sabes que "O Principezinho" é o segundo livro mais vendido do mundo?? A prof. Carla disse que já vai na edição 100 ou 250 ou assim.
- Não sabia. E qual é o mais vendido, a bíblia?
- Ah não, acho que é umas crónicas dos católicos ou assim...

Contar coisas

Durante anos sacar informação ao M sobre o dia dele era como torturar prisioneiro em Abu-Ghraib. Não se lembrava do que tinha feito, nem do que comeu, nem se teve ou não aula de ginástica. Mas agora tudo mudou. Ele conta-me montes de coisas sobre o que se passa na escola. É certo que às vezes ainda tem alguma dificuldade em interessar-se pelos temas que a mim me interessam, mas comparado com o que era antes vivo numa genuína sociedade da informação. Os prazeres de crescer.

Apaixonado (por amor)

O M está a crescer. Já aqui falei daquela importante conversa sobre o risco do cabelo e ontem falamos de namoradas. Ele que normalmente desata a guinchar que não gosta de ninguém ontem não o fez. Em vez disso perguntou-me o que é estar apaixonado? Sabes que gostas muito de uma pessoa quando pensas muito nela e gostas de brincar com ela, respondi-lhe. Ele fez uma careta e depois de uma breve pausa apreensiva diz, "de brincar com ela?!?? mas é por amor! não por amizade!!" como se fosse impossível gostar de brincar com uma menina. Depois quis saber como é que se sabia se alguém estava apaixonado por nós. Bom, disse-lhe eu, normalmente sentes isso porque passas tempo com a pessoa e vais percebendo o que ela sente e o que tu sentes e queres, mas como és rapaz muitas vezes vais ter que ser tu a arriscar dizer que gostas de alguém (sim, sou antiquada neste ponto). Porquê? Porque tradicionalmente são os rapazes que pedem as meninas em namoro, ou pelo menos dão o primeiro passo. Eu, por exemplo, nunca dei o primeiro passo. Disse-me então que não estava apaixonado por ninguém mas que se estivesse não me contava. Mas contou-me todos os amores e desamores da turma dele com uma simplicidade e naturalidade da qual gostei. Jurei-lhe segredo mas nem assim. Fica por isso a incógnita. Apaixonado por amor ou não espero tê-lo convencido de que pode falar comigo sobre estas coisas.

Toda esta conversa foi tida com abraços e beijinhos pelo meio comigo deitada em cima da cama dele e com ele no seu exercício natural de saltar em cima de mim, pôr as pernas no ar, etc. No dia 30 de Outubro tive a primeira conversa sobre amor com o meu pequenino que está a crescer mas que continua tão querido como quando tinha um dia.

Monday, September 30, 2013

Conçoidência

Foi uma grande conçoidência termos encontrado o João L., não foi?

Tuesday, September 24, 2013

Sair a mae

"Se os meus filhos forem mal-educados e' porque saem `a mae" diz o M

(O M anda fascinado com esta coisa do sair ao pai e sair a mae. Estilo,"eu nao gosto de tomates mas tu gostas nao e' ama? por isso sai ao pai". Ja falamos de genetica algumas vezes e de coisas que sao, e nao sao, geneticas e hereditarias, mas nao sao conceitos faceis.)

Precisao linguistica

Uma das muitas coisas que gosto no meu filhote e' a sua precisao linguistica. O M gosta, e sempre gostou, de palavras novas, de palavras compridas, de palavras com sons diferentes, de palavras estranhas. Suponho que terei sido eu a passar-lhe este gosto porque tambem sou assim. Mas ele diz coisas que eu nao digo.

Por exemplo, no outro dia as 11 da noite veio ter comigo a sala muito ensonado. Cai da cama, disse-me a esfregar os olhos. Eu levantei-me e fomos para o quarto dele. Oh, e magoaste-te? O que aconteceu? Nao sei, responde ele, estava a dormir mas acho que estava a movimentar-me muito...


Monday, September 23, 2013

Os gajos e o futebol



Amã, nós ganhamos ao primeiro ano por 20 a 0!!

(breve pausa)

A sério! Por 22 a 0!!!

(pequeno silêncio)

Quer dizer, acho que foi 24 a 0!!

(e por fim)

Foi 25 a 0... ganhámos por 25 a 0!!!

Sunday, September 8, 2013

Despedi-me

No dia 4 deste mês despedi-me do Canadá. E agora estou a ter um ligeiro ataque de pânico em que me pergunto como se me ocorreu fazer isto.


Tuesday, September 3, 2013

150 milhoes de restaurantes

O M le a publicidade de um restaurante.

- Um de 150 milhoes de restaurantes de Lisboa...
- 150 milhoes?? Isso e' impossivel! Milhoes?? Nao seram milhares?
- Nao, 150 milhoes!! Quer dizer, 150 melhores...
- Ah....

onde e' que esta o amor?

O M e a I jogam as cartas. A I deita fora uma carta que o M
claramente necessita. E eu digo, ah, isso e' que e' amor, a dar
cartas ao M que ele precisa. Passados uns minutos a I faz 'kaymes'
(?) e deita fora a carta que o M precisava para ganhar. Ele olha para
ela ofendido e exclama, "hey, onde e' que esta' o amor?? isso nao e amor!!!"

Para a I

Ama, sabes qual e' a coisa melhor de Espanha??? E' que a I me leva a
passear a sitios e o queijo manchego!

Friday, August 9, 2013

Próla, péróla, pérola

Ele: este é o melhor livro para o geronimo stilton, o da próla
Eu: da próla????
Ele: sim, o da próla
Eu: o da próla????
Ele: o da péróla
Eu: o da péróla???
Ele: o daquela concha com uma bolinha lá dentro. Um 'p', 'e' com acento...
Eu: ah, o da pérola...

Thursday, August 8, 2013

O risco do cabelo

Sabes que a tua criança está a mudar quando passa metade do duche a discutir se fica melhor com o risco para o lado direito ou esquerdo...

O risco do cabelo

Sabes que a tua criança está a mudar quando passa metade do duche a discutir se fica melhor com o risco para o lado direito ou esquerdo...

Thursday, July 25, 2013

chatinho

esta taoooo chatinho o meu filhote. Resmungao e desobediente. Anda com muito sono e muito farto de ir a escola. Esta a precisar de ferias. E eu tambem.

a bicicleta

E ao dia 21 de Julho o M aprendeu a andar de bicla. Ja anda bem, embora a dita seja pequena para ele e por vezes o faca andar aos 's'. E agora todas as tardes quer ir andar de bicicleta. Criei um monstro :) (mas vai ser tao bom quando pudermos ir passear os dois!)

A ironia

Fomos jantar a casa de uns amigos que tem dois filhotes pequenos. Quando um deles acabou de comer e quis levantar-se da mesa o M perguntou para onde e' que ele ia e a minha amiga M respondeu, vai ali brincar para o seu cantinho que esta sempre tao arrumadinho! E o M diz-lhe, estas a ser ironica?

Comboios

Sou eu o de repente os comboios transformaram-se num meio de transporte super perigoso? Quebec, Franca e agora a Galiza...

Em quinto lugar na BTT!!

Quinto lugar na maratona de BTT de Bucelas!!! E' bom, nao e'?? Pois, mas so' eramos sete :)

Fui a casa de banho

Esta e' uma conversa telefonica do M com um amigo meu:

Queres vir andar de bicicleta connosco?
Sim, claro. Ja estas em casa?
Sim! diz o M solicito. Ja era para ter ligado antes mas fui a casa de banho fazer xixi

E trazes a tua bicicleta?
Eu nao tenho bicicleta
E quando e' que vais comprar uma? Nao tens dinheiro, e'?

Monday, July 15, 2013

Dia 15

A data que dei a mim mesma para tomar uma decisão. E ainda nada excepto o medo de decidir mal. As saudades de lá e de cá. Está explicada a dor de cabeça com que acordei hoje.

Friday, July 12, 2013

Fim do 1o ano

O primeiro ano acabou. E o meu filharote teve "muito bom parabéns" (um grau acima do muito bom) nas cadeiras de "pensamento lógico" ou seja, portugues, matematica e ingles. 

Nao muito surpreendentemente teve"suf" a coro e movimento, mas "bom" a violino. Penso que isto se prende com o gosto pela professora e vice-versa que, regra geral, estas coisas sao correspondidas; e também ao facto do M ter alguns problemas de coordenação ou expressão motora. Dai também o "suf" a ginástica. Confesso que nao percebo bem esta ultima questao. Desde muito pequeno que o M é um miudo muito fisico, e sempre foi muito dextro (ainda nao tinha dois anos e ja, com os seus pequeninos dedinhos montava o lego pequenino), mas quando o vejo a fazer as coreografias da saula de aula sei que ha ali uma questao qualquer.

Bom, nao estou muito preocupada com isto. Ou melhor nao estou preocupada de todo. É mais uma questao para tomar atencão. 

E agora vou ter que lhe dar uma prenda de fim de ano lectivo. Tudo porque a minha mae comprou uma ao meu sobrinho mas disse ao M que nao lhe dava uma. No comments. 

Novas palavras

E numa semana em que o significado de irrevogável se tornou revogável aqui ficam os contributos do meu filho para a riqueza da língua:

- Ele tem "mau em perder"
- Eu não estou de "mau amor"
- Eu chamei-lhe mas ele não veio
- Estava no esconderijo segreto 


Wednesday, July 10, 2013

To stay or to go, that is the question

Ontem perguntei ao meu filho o que e' que ele achava de voltarmos para o Canada. Ele fez o que faz quando nao quer abordar um tema. Ficou uns momentos em silencio e depois falou de outra coisa. Insisti. E ele respondeu que nao gostava, "porque agora ja tenho muitos mais amigos aqui".

Eu percebo, sao 7 aninhos de vida e a essa idade sao estas as coisas importantes. Faz sentido. Mas pergunto-me se lhe estarei a tirar oportunidades ao ficarmos ca. E sei que, profissionalmente falando, o estou a fazer para mim.

Ando preocupada com isto. Nao sei que fazer.

As pontes do tsunami

O M anda já há muito tempo fascinado com o tema do tsunami (e terramoto) de 1755. O típico comportamento infantil de algo que o assusta tanto que ele não consegue deixar de querer saber mais, o fascinio do medo. E claro, quando vai ao Lisbon Story ou ao padrão dos Descobrimentos; então aí sou inundada por um verdadeiro tsunami de perguntas. Há uns dias estavamos na cozinha a falar sobre o terramoto. E eu expliquei que depois do terramoto havia muitos incêndios em Lisboa e que muita gente tinha fugido para ao pé do rio para estar a salvo. Só que depois veio o tsunami. Ele pensou um pouco, e depois disse-me,
<<eles deviam era ter atravessado o rio para o outro lado pela ponte 25 de Abril ou pela Vasco da Gama. Ah, não, tinha que ser na Vasco da Gama porque a outra é mais recente>>

E lá lhe expliquei que nessa altura não havia pontes desta envergadura. 

Friday, July 5, 2013

O nacionalismo aprende-se

O M foi ontem à Lisbon Story. Quando o fui buscar à escola disse-me excitado, amã, não é verdade que os Portugueses foram muito mais espertos que os Espanhóis quando fizeram o mapa?? E quando chegámos a casa esteve a fazer um mapa de um Tratado de Tordesilhas...

Isto vindo de uma criança que aos 3 anos dizia que era Espanhola, e até há bem pouco tempo negava ser Portuguesa porque é da América dos Estados Unidis. Para quem têm dúvidas do poder indoutrinário da Nação (e da educação).

Mas o M também aprendeu outra coisas úteis: sobre um rei (D. Carlos) que foi assassinado mais o seu filho (D. Luis Filipe); sobre as pulgas que uns quaisquer reis apanharam no caminho para o Brasil (?????); sobre o terramoto de 1755, etc e tal. 

A mãe de D. Carlos

Eu: e como se chamava a mãe de D. Carlos?
Ele: Dona Pia?????


A bem da verdade convém dizer que no dia anterior tinhamos falado e lido sobre isto e ele sabia que era a dona maria pia. :)

Geografia

Eu: então e onde era o Lisbon Story??
Ele: era ao pé daquela rua, sabes? Não me lembro do nome mas nós já estivemos lá, lembras-te? 
Eu: daquela rua??? Ah, sim. Mas que rua? 
Ele: aquela que tem um bar aqui (faz gesto com mãos)
Eu: um bar?
Ele: sim. E uma estátua. 
Eu: ah, já sei, o terreiro do paço! Via-se o rio?
Ele: sim. 

E acertei. 

Monday, July 1, 2013

O duche

M entra no duche
(2m)
Amã!!! Amã!!! Qual é o subonete??? Ajudas-me?
Eu digo qual é mas não me aproximo. 
(5m)
Amã, eu estou muito sujo!! Mesmo muito!! Queres ver?
Sim, amor! Não é preciso! Digo eu
(5m)
Amã!! Amã!!! Vem ver!! Fiz espuma!!
Sim amor, a amã ja vai. E continuo a fazer o que estou a fazer 
(5m)
Amã!! Acho que já está, estou muito cansado e já me doem as costas e há muita espuma. Posso sair?
Claro que sim amor.

Aproximo-me finalmente, abro a porta do duche e ele esta sentado no chão, resmungando que ainda está sujo e rodeado por uma imensidão de espuma. Usou todo o frasco de gel de banho!!! Ele bem me chamou umas quantas vezes!!!






Saturday, June 29, 2013

Sonhos

Hoje acordei ao dar dois beijos ao colchão. Estava a sonhar com o M. 

Friday, June 28, 2013

Homens e os últimos 10m

Ontem foi o dia da festa da escola do M. Foi um dia importante com direito a concerto e tudo. E com muitas chatices à mistura. Primeiro o progenitor do dito que me diz, à com toda a naturalidade do mundo que mudou de hotel para um onde não pode por uma cama extra para o M dormir na 6a e no Sab. como tinha combinado comigo. Fiquei lixada, tenho o miudo a sonhar com ir dormir ao hotel do pai ha semanas. Engoli em seco,e continuei. Saimos da escola e o M pergunta-me se vai dormir ao pai. Explico que nao,e aue nao sei se isso vai ser possivel de todo porque o pai tem um quarto so com uma cama. A resposta: ah, esta bem. Está bem??!!?? Quando eu lhe digo que ele nao pode ver tv ha uma crise de 10m e agora "está bem"??!!??  É obvio que fico MUITO contente por o M nao deixar que as coisas do pai o afectem e por isso calo-me. 

À noite já em casa tive uma conversa com o pai. Segundo ele o M fica muito camsado quando esta com ele e é por isso que é melhor nao ficar no hotel. Fiquei ainda mais furiosa, e num tom ja nada amigavel disse-lhe que o M sonhava com o hotel, mas que fica nervoso quando um pai qie nunca vê cá esta. Que gosta muito de ficar no hotel mas diz-me que o pai se zanga com ele. Que em vez de zangad-se o pai se tem que aguentar a bronca e acalma-lo. E o pai atira-me a perola do "foste tu quem decidiu vir para Lisboa" (estamos a falar de alguem que chegava as 23h de 6a a Toronto e partia no Dom ao meio-dia; na sua ultima visita a TO o M fartou-se de chorar dizendo que dois dias nao eram uma visita, trs dias é que eram) acompanhada de um "nao gosto do teu tom". O tom de quem esta zangada, sim. O tom de quem passa depois um semana a acalmar o puti; o tom de que. tem que defender um pai que nao é seauer capaz de encontrar um hotel que de para dois. Esse era o meu tom. Durante todo este tempo o M estava la fora. É giro mas tenho a clara sensacai de que o M faz de proposito para desaparecer quando acha que tem  algum problema e quer que eu o  solucione. 

O M aparece e eu de mau humor. Faço por disfarcar e mando-os jantar fora. O M quer saber se eu vou. Pergunto se quer que va e diz-me que é indiferente. Ok, entao vao eles sozinhos. Ok, entao ele tambem nao vai. Ou sena, é indiferente desde que eu va. E fui. E o M pergunta-me a mim as coisas que tem medo de perguntar ao pai, as negas que tem medo de levar. E depois vai comer um gelado com o pai, e da-nos a mao. E fica radiante porque hoje vai tomar o peq almoco ao hotel do pai. 

Passamos a hoje. Ele nao quer comer nada embora tenha acordado cedo e a orde sempre cheio de fome. Diz que vai ser um dia perfeitico porque vai tomar o peq almoco com o pai. Mais tarde eu ponho-me a falar de como ele foi bom ontem no concerto e de todos os olás e thumbs up que lhe fiz. Ele, que sim, que sim, que vai alguns mas estava distraido a ver encontrava o Vitorino na audiencia porque o viu mesmo antes do espectaculo comecar.

Eu fico muito contente por o M gostar tanto deles. Tenho nocao que isso doz, sobretudo coisas boas acerca de mim e do meu "trabalho" com ele. Mas ainda assim fico lixada porque eu faco o trabalho todo e aparecem-me estes gajos a 10m do fim e ficam com os creditos todos. Ser mae e assim. 

Monday, June 24, 2013

Ruthless

Eu - hoje veio a nova mulher a dias. A nossa casa vai estar limpinha! Quer dizer, espero que esteja limpinha...
Ele - e se não estiver o que é que fazes, despede-a?

Migalhas

- amã, sairam muitas migalhas quando eu abri....
- e o que é que tu fizeste??
- empurrei-as para debaixo da mesa. 

Friday, June 21, 2013

O dia mais curto do ano..

- Ah. olha, hoje é o dia mais comprido do ano... o solisticio de verão...

- E quando é que é o dia mais curto?

- Não sei.. talvez a... 17 de Janeiro???

- Não, não isso era injusto, assim eu tinha menos tempo para nascer!!

Ainda me ri com isto de ele achar que o dia era realmente mais comprido ou curto..

Thursday, June 20, 2013

É complicado ser lindo

Palavras: facil, dificil, lindo, feio, complicado, bonito, simples, encarnado, contente

Exercicio: escolhe duas palavras e faz uma frase

A frase: É complicado ser lindo 

sentir-me em casa

fiz anos por estes dias. e foi tao bom. recebi telefonemas,
mensagens, emails, bebi caipirinhas, vi amigos, celebrei em familia.
e senti-me querida e em casa. ora eu, de tanto saltar de pais em
pais, nao costumo sentir-me em casa. acho que e por isso que vou
acabar por ficar ca.

Wednesday, June 19, 2013

Para mais tarde recordar...

No fiim de semana na praia:
Eu: M, a praia esta a ser boa? O dia esta a ser bom?
Ele: perfeito!
Eu (risos): tu sabes quem é que é perfeitico, sabes?
Ele: tu. Tu es perfeitica. 

Ontem a tarde;
Eu: vou pedir a alguem para te ensinar a andar de bicicleta. A quem é que queres que peça?
Ele: porquê?
Eu: porque tu estas quase la, so falta um bocadinho mas a mae nao te consegue ensinar, a amã exalta-se sempre
Ele (sincero): tu nao te exaltas...

E por isso eu peço ao quem for de pedir que mo mantenha nos sete anos. Sim, eu sei que quando ele ainda estava na minha barriga ja me fazia companhia; que quando tinha 1 dia e estava todo enroladinho era a coisa mais bonita do mundo; que quando tinha uma semana houve uma noite em que ele so conseguiu acalmar e dormir comigo sentada e ele colocado em cima do meu peito a ouvir o meu coracao bater, e eu cheia de medo que deslizasse; que ainda nao tinha um mes e meio e ja sorria e mexia tanto os bracos e as pernas que a alcofa abanava sozinha; que aos quatro meses sorria como se nao houvesse amanha e tem as melhores gargalhadas do mundo inteiro; que aos cinco dava cada salto e casa gargalhada no seu andarilho imovel que eu o ouvia desde o corredor do predio; que aos seis gatinhava com tanta forca que eu sabia sempre por onde ele andava; que aos nove andava sempre agarrado as minhas pernas e usava os seus dedinhos para agarrar nos cheerios; que estava quase a fazer um ano e andava de pe com os bracitos de lado para se equilibrar e dormia com tres sassas; que aos catorze dizia 'ma-ma-ma-ma' o tempo inteiro; que aos dezoito andava sempre na bisga no seu carinho da Dora pelos corredores do nosso predio; que aos vinte e tres o meu rato aprendeu a saltar as grades do berço; que aos dois anos quando comecou a falar foi uma explosao de palavras; que aos dois e um quarto nao saia do berco mas em vez disso berrava "amä, amä!" ate eu ir busca-lo; que aos dois e meio dizia que queria ser bombeiro-paramedico-medico-policia e engenheiro de naves espaciais mas que levaria o carro dos bombeiros para casa para ficar perto de mim; que pouco depois queria usar as minhas cuecas quando fosse grande; que aos dois e tres quartos ja me dizia "thats ok, you'll do it next time"; que aos tres so queria convidar umdois amigos para os anos porque nao queria partilhar os brinquedos; que ainda aos tres so precisava de uma prenda porque ja tinha muitas coisas; que nessa altura falava portugues com um sotaque gringo deliciosos; que aos tres anos "deu" todas as suas chucha ao Matthew mas depois ficou-lhe com algum po; que aos tres e tres quartos passou dois ou tres dias vestido de girafa por causa do halloween; que aos quatro queria ser professoro como eu e estudar "o corpo do mano" (humanos); que aos quatro e meio espreitava para as minhas costas para ver se eu estava de saltos antes de me pedir colo; que aos quatro quando veio para lisboa e comecou a escola houve um dia que nao foi mau porque nao chorou nem disse o meu nome; que ainda nos quatro ja nao largava o seu fiel amigo Ami; que aos quatro e troca o passo me chamava a meio da noite para o cobertar; que aos cinco afinal queria era ser futebolista; que aos cinco e meio agarrava na minha cara com as duas maos para falar comigo sem distracoes; que aos cinco e tres quartos ainda me dizia que eu posso brincar com ele "if eu quiser"; que aos seis e meio que deixou o seu ultimo resquicio de imigrante, o "if"; que aprendeu a ler, a escrever, que me le livros e mos escreve; que durante este tempo todo sempre me deu os melhores abracos; que diz que nao gosta de beijinhos mas poe sempre a cara a jeito; que é optimista; que me faz companhia; e muito, muito mais. Eu sei que a proxima fase é sempre tao boa ou melhor que esta mas ainda assim sou fä dos sete anos.

Prenda de anos

O M deu-me a melhor prenda do mundo, um livro feito por ele. 

Na capa os créditos: ilustrador, efitor e autor. O autor tem apelido porque "tinha mais espaço para escrever amã!". Já o titulo deixa antever a possibilidade de sequelas, que vou esperar ansiosamente!



Pag.1 



Pag. 2

O texto foi inventado pelo próprio e consiste sobretudo de 'yeah', 'wi' ( ou seja, weeee) e 'wow'.



Pag. 3


Pag. 4
Aqui gosto da seta para nao deixar que o leitor incauto nao perceba que o dinossauro vai beber agua. Nada como controlar todo o processo criativo. 


Pag. 5



E por fim a última página. Onde vonsta grande parte da cancão dos parabéns mas não toda porque "agora vou parar porque já estou cansado, está bem amã?" (sim, eu estava presente durante a produçao do livro).

E aqui estou eu, quase a soprar as velas!



A melhor prenda de sempre. Mesmo. A sério!












Tuesday, June 18, 2013

Morte aos gatinhos??

Na parede: Morte aos ladrões! Morte aos gatunos!!!

M: Morte aos ladrões! Morte aos... gatinhos??!!??

Parabéns

Esta manhã, M ainda na cama com muito sono: "amã, eu ainda não me lembrei assim muito dos teus anos, mas acho que à tarde me vou lembrar mais"

Mas afinal não foi preciso esperar tanto!


A ironia

Eu: claro que sim M, é para já!
Ele: estás a ser irónica, não estás??!!??

(E estava).

Cavalheiro do século XIX

O M tem um óptimo vocabulário e gosta de palavras (como eu) daí muitas vezes falar como um cavalheiro do século passado. Exemplos:

"Amã, eu acho que apreciei a praia mais do que tu"

"Eu vou contigo ao Colombo para observar uma coisa"

"Espera João, eu gostava de te acompanhar"

Sempre palavras de muitas sílabas

Um bom livro

Eu: M vamos à praia mas não quero que estejas sempre em cima de mim a chatear-me e a querer coisas...
Ele: está bem, tenho é que levar um bom livro...

(É mesmo meu filho!!)

Monday, June 17, 2013

No Califa

A semana passada passei varias manhãs no Califa,
a trabalhar. Sentei-me numa mesa para dois, perto
da janela e longe da porta. E que bem escolhida
que foi. Durante as horas que la estive partilhei
a mesa com diversas pessoas do bairro, reformados
e reformadas que se encontram no café para
conversar e que, dado serem muitos, extravasaram
sempre para a minha mesa. Gostei. Gostei de estar
rodeada de pessoas, de ouvi-las a falar, a rir, a
partilhar. Gostei de ver estes vizinhos de café
que, com o passar dos anos ficaram tambem amigos.
Muito bom! (E produtivo, quase que acabei de
rever o artigo, a pedra no meu sapato).

Tuesday, June 11, 2013

O respeito

O M agora fala muito sobre respeito. Às vezes até grita tal é a sua importância. Um exemplo:

Eu: não, agora não horas de televisão 
Ele: tu não me respeitas!! Se tu não respeitas as pessoas elas também não te respeitam!!

Saudades da época em que ele só sabia dizer palavras de duas sílabas...

Boa mãe

O M acorda lá para as 4 da matina. Vem ter comigo, diz que tinha dores de barriga, vai fazer cocó. Explico que não são horas de cocó e recambio-o para a cama dele. Fico a ouvi-lo dar voltas na cama. Passado um bocado ele reaparece, doi-lhe o olho, ou os olhos e quer vir para a minha cama. Calmamente digo que não mas que se ele quiser eu vou um bocadinho à cama dele. Vou, deito-me e ele pōe as mãos no meu braço. Tem as maōs a escaldar. Levanto-me vou à procura do termómetro, não tem febre mas  quase, procuro o tylenol, encontro, leio a dosagem, dou-lho, mudo-lhe o pijama para um mais fresco, e volto para a cama. Fico a ouvi-lo dar voltas na cama. Pouco depois reaparece, ainda não se sente bem. Faço espaço na minha cama e fico a senti-lo mexer até adormecer. São 6 da manhã, estou podre e dói-me a cabeça. 

E no meio disto tudo nunca gritei, nem desesperei, nem fiquei de mau humor por estar a ser constantemente acordada. Em dias como este acho mesmo que sou muito boa mãe. Mesmo. 

Monday, June 10, 2013

A professora de violino

As aulas de violino do M foram o máximo. Na 3a ele estava timido mas na 5a ja estava mais a vontade. Das duas vezes estavamos ape as um par de pais e eu. E claro, as 3 colegas do M e o proprio. Uma das cantigas/danças q eles fazem envolve dar beijinhos e abraços e foi giro ver as meninas a corarem e o M a fugir!

Na 5a fiquei a falar com a professora que me disse que o M ainda tinha dificuladades em audiar (o equivalente a pensar, versao audio) e que como era um miudo muito racional tentava "perceber" as notas em vez de as sentir com o corpo. Contou-me que ele tem sempre umas tiradas muito inteligentes (ex, quando ela satava a falarda metrica binaria e teinaria ele disse que era um padrao), e concluio dizendo que o M e um miudo brilhante!

Sai contente!!

Um erro

Eu, zangada: M, o que foi isso????
Ele: Um erro.

Thursday, June 6, 2013

Mais violino

Eu: M, hoje tens mais uma aula aberta de violino. Como ja fui na 3a achas que tenho que ir hoje tambem?

Ele: era bom.

Self-importance

Eu: M, amanhã Portugal joga contra a Rússia! Podiamos ir ver o jogo, queres?

Ele: Ah... amanhã... amanhã, não é muito bom... é melhor noutro dia.

Eu: ok, então vou falar com o cristiano ronaldo, sim?

Ele: ok (!!!!)

Friday, May 31, 2013

Uma ocasião inaudita

M, amanhã vais dormir a casa da avó L. 

Silêncio. 

Este silêncio é o marco inaudito. Normalmente oiço um "yeah!!" ou "sim!!". Mas antes que eu ficasse  vaisosa a pensar que ele queri o prazer da minha companhia ele diz, então e o filme do Indiana Jones? 

Dores musculares

Dói-me a perna, digo eu. 

Ah, a mim já me aconteceu no futebol, diz ele.

Ah, e como é que lidaste com esse assunto?

O professor disse para fazer uns exercicios.

Quais? Pergunto eu. 

Estes, diz ele enquanto pára e mexe os ombros para cima e para baixo. 

A minha perna agradece!! :)

Thursday, May 30, 2013

Quando é que as memórias acabam?

Prof. de futebol: Este sábado de manhã é o dia da família. Venham e se quiserem ele até pode trazer um amigo. 
M: amã, sabes quem é que podiamos convidar? O V! é que tu não és lá grande coisa no futebol...

É a 2a ou 3a vez que me fala dele esta semana. Já passou tanto tempo! Até quando???? Por um lado fico contente - claramente eu e o V conseguimos não meter as crianças ao barulho, claramente também eles tinham uma boa relação. Mas por outro lado, pergunto-me até quando? E faço o quê? Digo-lhe o quê? A última coisa que quero fazer é ligar-lhe,  a penúltima é deixar que ele tenha acesso à minha criança. Isto é uma saga, das más.

O grupio

O meu filho, que acha que é o melhor em tudo, concede que se calhar eu canto melhor que ele, tens uma voz assim mais afinadinha, diz ele. 

Ah, contraponho eu, tu não és nada desafinado além disso tens aulas de coro, daqui a nada encontras a tua voz e começas a cantar melhor que eu! E vais saber tocar um instrumento! Isso é que vai ser! Depois podemos fazer um grupo, tu tocas e eu canto!

Ele, já com os olhinhos a brilhar, boa!! e depois eu ensino-te uma letras...

Vamos ser os "gangster style" :)

O mais alto elogio culinário!

Amã, gosto muito deste peixe, está óptimo!!! Não sabe nada a peixe!!!

Wednesday, May 29, 2013

O meu menino está tão crescido! (O violino)

Para a semana o M tem duas aulas de instrumento abertas aos pais. E dai surgiu esta conversa:

- Ah e para a semana tens as aulas abertas na escola na 3a e na 5a mas eu nao sei se consigo ir nos dois dias... Quando é que tu querias que eu fosse?

- Eu gostava mesmo muito que tu viesses nos dois dias. Mas se não te der jeito podes vir só na 5a.

Ohhh!! E com tanta boa educação lá vou eu nos dois dias!

Casaco Silva

- Ama, este parece o Casaco Silva! Ama, afinal quem e' o Casaco Silva?

- E' o Presidente da Republica Portuguesa, o Presidente do nosso pais...

- Ah, eu ando a gozar com ele...

- Nao te preocupes filho anda muita gente, e ele merece.

Monday, May 27, 2013

A privacidade dele

E porque e' que eu estive a reler este bloc? Para apagar o nome do meu filhote. Já tinha retirado as fotos dele do FB, e agora anonimizei um bocadinho mais o blog. Decidi que ele ainda é muito pequenino para ter uma persona digital tão completa.  É que o blog provavelmente é inapagável e daqui a 15 anos sei lá que tipo de ferramentas de busca e de "data mining" é que vão existir. Quero dar ao meu filho a possibilidade de ser ele a decidir quanto da sua vida é que partilha com o mundo. Reconheço a contradição (devia talvez apagar o blog) e também o facto de  esta medida ser pouco eficaz, mas ainda assim. Suponho que ele vai crescer a partilhar tudo com os amigos e que a cena da privacidade vai ser tão passé, mas é um conceito importante para mim. 

O bloc

Mostrei o M este blog e li-lhe algumas entradas. E agora cada vez que ele acha que faz qualquer coisa memoravel diz-me, esta vai para o bloc!


Sunday, May 26, 2013

Esquecimentos

Há umas semanas atras reli este meu blog e, para alem dos erros ortograficos, recordei uma serie de historias que ja tinha esquecido e que adorei relembrar. Mas tambem descobri que ha coisas que nao foram aqui gravadas como a altura em que o M dizia, insistia, que nao era portugues, ele era espanhol! Ou o facto de o meu filho dizer que é da america dos estados unidos. E tambem nao reparei quando e que ele deixou de dizer "if" quando falam portugues. E ha mais. Tenho que gravar estas coisas aqui porque a minha memoria ja nao e como era.

Óhhh Benfica...

O Benfica esta quase a perder um sócio. Não sou eu, eu serei sempre Benfiquista porque escolhi o meu clube para ser do contra (la na escola era tudo sportinguista) e so me interesso por futebol quando os campeonatos sao internacionais ou estao mesmo a chegar ao fim. Alem disso nao ligo muito ao futebol (ou ligava dantes, antes do M existir). O problema é o M. O M quer sempre estar do lado de quem ganha e por isso há dois anos mudou-se para o Porto. Este ano como o Benfica estava a jogar bem e porque na escola nova não há tantos Portistas, consegui convencê-lo a considerar mudar-se de novo. E estava tudo a correr tão bem... até o Porto ganhar o campeonato, e agora a derrota com o Vitória. O miúdo ainda não desenvolveu a thick skin necessária para ser Benfiquista e ficou tão desanimado que ate lhe acabei por dizer que se quisesse podia voltar a ser do Porto. Disse-me que não, que vai ser do Atleta (vulgo atlético de madrid). Benfica-0, Espanha-1.

Friday, May 24, 2013

Os návis

Amã, esta é a bandeira dos návis? diz o M enquanto aponta para uma suástica

O regresso de viagem

Estive fora de 2a a 5a.  Antes de me ir embora deixei uma nota para o M a dizer-lhe que gosto muito dele, que se divertisse e que não fizesse muitas tontices. (Ele gostou muito desta última parte porque estava implícito que podia fazer algumas). 

Ontem à noite chamava o M para jantar e ele dizia-me que já vinha. Quando entrei no meu quarto vi que tinha uma nota dele. Diz:

"Esperto que-te tenhas divertido muito lá. E também cá. Beijinhos M"

É tão bom chegar a casa!!


Notas:

O M diz sempre esperto em vez de espero :) Estilo, "eu esperto que sim!"

Ah, e o "também cá" refere-se às horas que estivemos juntos desde que cheguei de viagem. 


Wednesday, May 22, 2013

falar ao telefone

Estou em Inglaterra em trabalho. Vim na segunda e so regresso na 5a. Tenho muitas saudades do meu filhote, muitas. Mas temos falado muito ao telefone. Ontem ele leu-me um livro. Hoje tive direito a saber tudo o que ele fez durante o dia (brinquei, trabalhei, brinquei, trabalhei, trabalhei, brinquei e por ai em diante). Depois ele perguntou-me a mim como tinha sido o meu dia, foi bom? E foi ver ao mapa onde e que eu estou, e deu saltos para eu ouvir.

Gosto tanto deste miudo!

O avo Pom....

Ama como e' que se chama o teu pai?

Tu sabes! E' o avo Pom.. o avo Pom...???

 Ponto final!!!

Isto ja aconteceu ha pelo menos dois anos mas pelos vistos esqueci-me de o escrever

Wednesday, May 15, 2013

O jogo do Benfica

Hoje o Benfica joga a final da Liga da Europa contra o Chelsea em Amesterdão. E de manhã esse era o tópico de conversa.

Eu: M imagina que houve 15 aviões alugados para levar apoiantes do Benfica para Amesterdão. Esta manhã sairam 10!

Ele: Alugados? 

Eu: Sim, para além dos aviões e voos normais houve mais 15 aviões alugados para levar Benfiquistas...

Ele (com os olhinhos a brilhar): E eles é que vão guiar o avião??!!??

Toda esta excitação do benfica significa que o M, a pouco e pouco, está a voltar a ser benfiquista :)

Tuesday, May 14, 2013

Mau amor

Eu: Em vez de falares assim diz-me apenas que estás de mau humor...
Ele (a gritar): Eu não estou com mau amor!!!

Monday, May 13, 2013

As avaliações escolares

La na escola do M adoram avaliacoes. Os miudos andam sempre a fazer testes. Mas nao e preciso preocupar-me com isto, o M nem percebe que fez um teste e nunca me falou do topico. O M tem tido sempre as mesmas notas na parte academica - muito bom a tudo. Ja a parte mais criativa digamos, a musica, a expressao plastica e a ginastica sao outra historia. Ai as notas sao muitas vezes o "suficiente" e as vezes bom.

Eu nao costumo dizer nada ao M sobre isto. Ele, por defeito, acha que e"muito bom" a tudo e eu gosto que assim seja. Mas nesta ultima avaliacao havia uma pequena nota relativamente ao comportamento que me fez pensar. A nota dizia que todos os profs eram da opiniao que o comportamento do M e irregular e que ele por vezes tem dificuldade em aceitar chamadas de atencao. As vezes acho que la na escola querem que os meninos sejam animais amestrados, tipo musica no coracao, e isso nao me agrada mas ainda assim, esta nota, aliada ao que eu conheco dele e ao facto de a professora de desenho ter dito que quando ele gosta da actividade participa e ajuda os outros mas que, quando nao gosta se fecha em copas e nao coopera nem tenta, fez-me falar com ele.

Nao sabia bem o que dizer, tal como deve ter ficado claro o M nao reage bem a criticas, mas la comecei. Evitei o tema das notas mas expliquei que alguns professores tinham dito que ele precisava de tentar mais. Falei sobre o facto de haver sempre coisas que sao menos faceis para nós, mas que se tentarmos e nao desistirmos as vezes descobrimos que gostamos muito. Dei o meu exemplo: o andar de bicicleta, o ski. Disse que ninguem podia ser excelente a tudo, mas que tambem nao deviamos deixar de fazer as coisas que saem um pouco da nossa zona de conforto apenas por termos medi de nao sermos bons. Expliquei que tambem sou assim e que tenho vindo a aprender a mudar. Disse-lhe para tentar mais a musica, ginastica e desenho, porque ia gostar de certeza, porque comecar a fazer melhor é uma sensacao fabulosa. E dei-lhe exemplos dele proprio e das coisas que, com a pratoca, passaram a ser mais faceis e divertidas. A primeira reaccao do M foi dizer-me que ele nao era mau a tantas coisas! E eu contrapus que ele nao e mau a nada, e voltei atras e repeti. E ele diz-me: nao, tu nao percebes, eu nao gosto de pintar!

Bom, mas talvez a coisa melhore de agora em diante. Para ser sincera acho que ja melhorou muito. De qualquer forma vou falar com a professora ssta semana.

No entanto fica-me uma duvida: eu acho que o M é demasiado pequeno (1o ano) para lhe falar de notas. Por enquanto aquilo que me interessa e que ele goste de aprender (e que aprenda). Mas pergunto-me o que fazem os outros pais?

Choro e sono

Este fim de semana estive fora. O M ficou com a minha mae e com o meu sobrinho. Foram para Troia. Praia, piscina e forobadó. Adorou e deve ter ficado morto. Hoje de manhã, conta-me a avó, foi o cabo dos trabalhos para o tirar da cama. Tanto muito sono, choro, muito choro. Diz-me ela que até teve de o vestir e tudo! E ficou com o coração pequenino. E depois disto tudo o M desce as escadas, vê o primo e diz, com a voz mais natural do mundo, posso ver televisão??

Obrigada mãe pelo fim de semana

Wednesday, May 8, 2013

Dia da mãe (05/05/2013)

Recebi os melhores presentes do mundo neste dia da mãe - 1 postal e carta de amor e uma pregadeira! Estou muito contente por o meu filho ter aprendido a escrever!

O M mais tarde fez duas clarificações: que tinha demorado IMENSO tempo a escrever porque não sabia o que havia de dizer (porque não tinha pensado nisso, claro!); e que não era só neste planeta mas também nos outros!

P.S-notar bem no pormenor dos meus olhos castanhos e dos seus azuis e no meu enorme sorriso. Adoro este miúdo!





Monday, April 29, 2013

a visita da I

A visita da nossa prima I, uma das nossas mais melhores amigas, foi perfeitica. O M tinha grandes planos, alias andava ha semanas a sonhar com isso e ja tinha libertado toda a sua agenda. Cada convite que recebeu para este fim de semana (e foram muitos!) foi avaliado com um: ah, nao, nao vou porque esta ca a I e eu quero brincar com ela. A I esteve ca muitos dias, mas foram tantos poucos e nos gostavamos que ela tivesse ficado mais. O M trocou-me logo e decidiu que entre dormir comigo ou com ela a escolha era tao facil que nem era uma escolha :) Fizemos uma festa de beijinhos, fomos a praia, jogaram a bola, trocaram abracos e beijinhos. Ah, e claro, fizemos muitas lutas de nerfs (alias tive um pesadelo com isso hoje, mas isso e outra historia)

E depois chegou o Domingo, o dia da partida. A noite, estava o M a comer tortellini com carne a bolonhesa (um favorito) e disse-me com um ar tristonho que para o jantar ser perfeito so faltava uma
coisa... eu adivinhei logo: a I. Depois perguntou-me se sabia qual tinha sido o pior dos dias em que estivemos com a I? (As criancas tem uma necessidade quase fisiologica de hierarchizar tudo o que existe no mundo). Disse que nao sabia e ele explicou, foi hoje porque hoje foi o dia em que a I se foi embora. Eu disse que a I tambem tinha ficado triste e que eu tambem. Pois, mas quando fomos levar a I ao aeroporto ela parecia assim... animada... mas nao sei porque... (!!). Expliquei que provavelmente era para disfarcar e para nos nao nos sentirmos tristes, mas ele especulou que talvez a I tivesse saudades dos seus amigos. Eu disse-lhe que tinha a certeza que nao havia nenhum amigo do qual a I tivesse mais saudades do que dele. O meu filhote ficou contente.

Por isso, I volta, nos queremos-te ca!

Tuesday, April 23, 2013

I'm OK, you're OK

Amã, quando eu estou contente, tu estás contente. E quando eu estou triste, tu estás triste.

Sim, filhote.

Pois, tu já me tinhas dito muitas vezes. Mas ás vezes tu estás zangada e eu estou triste...


Fico muito orgulhosa do meu bichinho quando ele consegue reconhecer e exprimir os seus sentimentos. É uma capacidade tão importamte!

Thursday, April 18, 2013

O homem perfeito

Estou a criar o homem perfeito. Já aqui falei da vez em que o M ao entrar no carro olhou para mim e reparou imediatamente que eu tinha uma mala nova. Desta vez fomos as compras. Experimentei uns quantos pares de calças e ele opinou, sem eu lhe dizer nada, essas ficam bem na parte de trás mas não na parte da frente. E ontem, quando lhe mostrei um bikini que comprei, abriu-se num sorriso, fez-me um thumbs up com a mão e disse, fica mesmo muito giro!!!

Brincar no chão

Hoje acordamos cedo e fizemos a manhã nas calmas. Quando dei por ele o M estava deitado no chão a fazer corridas com os seus carros. Gosto tanto de o ver deitado no chão a falar com os seus brinquedos!

Mais vale alimentar um burro a pão de ló

Nos dias que correm o pequeno-almoço do M é feito de: 4 torradas de pão de forma, 1 ou 2 iogurtes, e um copo de leite. Mas hoje, porque tinha ficado com um ratinho no estomâgo ainda veio comer parte da minha torrada :) Depois anunciou, hoje vair ser um bocadinho difícil comer o lanchinho da manhã. Ah, mas se calhar não, logo vemos.

O meu filhote

O meu filhote anda muito contente. Sorrisos, abraços e beijinhos. E eu contente ando. Nestas fases o nosso contentamento é um circulo vicioso (o contrario tambem é verdade) e eu apercebo-me de como é boa a companhia do meu filhote. (Muitas vezes acho que para atingir este estado zen é necessario eu ter espaço para mim, como o foi o fds em troia). E o meu filhote, que é um ser sensivel, também se apercebe desta fase zen. Ontem a noite disse-me, Amã, quando eu estou contente tu também estás contente, não é? E quando eu estou triste tu também estás triste. Tu já me disseste isto muitas vezes. Mas, às vezes tu estás zangada e eu estou triste.

Fico sempre muito orgulhosa com o facto de (a) ele ouvir o que eu lhe digo, (b) ser capaz de expressar o que lhe vai na alma tão bem, e (c) com os seus pequenos ensinamentos. Gosto muito deste meu bichinho!

Cuspo

Estamos numa loja. Olho para o M e vejo-o concentrasissimo a fazer uma bola de cuspo seguida de um golpe de braços karateca. Desato-me a rir e depois digo-lhe, o que é que estas a fazer?!? nao se atira cuspo para o chao!!! E ele responde, estou a tentar dar um murro no meu cuspo!

(E aqui fica um importante e orgulhoso update do próprio, ele consegui-o acertar!)

Friday, April 12, 2013

as certezas do M

O M tem uma habilidade fabulosa para construir frases e palavras diferentes. Ja aqui falei do perfeitico (perfeito e fantastico), do tanto pouco (estilo, e' que havia tantas poucas pessoas), e do cobertar (tapa-lo com o cobertor). Ha mais e ha tambem algumas lindas- tipo lambidar e piscking - que ele ja nao usa.

Mas a ultima, e que esta muito na moda la em casa, e o "eu tenho a certeza! A serio! So que nao sei...", estilo, "eu tenho a certeza que hoje vai chover, so que nao sei bem se vai. Mas tenho a certeza!". Se eu tento clarificar a posicao dele perguntando se ele tem a certeza ou se nao sabe, ele nao se embaraca e continua firme na retorica do "tenho a certeza mas nao sei".

O meu filho M tem certamente lugar no governo do Passos Coelho.

chantagem psicologica

O M anda sempre em cima de mim. Se eu me sento num sofa e ele esta sentado noutro, ele levanta-se e vem para o meu lado certificando-se de que ha uma parte do seu corpo a tocar no meu. Sempre foi assim. Mas agora anda ainda mais lapa. Agora mal acaba de comer levanta-se e pespega-se ao meu lado ate eu lhe dar colo, e agarra-me quando vou a andar no corredor. Eu gosto muito. Quase sempre. As vezes e demais, fico claustrofobica. Tudo isto para dizer que no outro dia estava eu de cocoras no chao a olhar para o computador e o M veio sentar-se a meu lado. Comecei logo a dizer-lhe para nao se por em cima de mim. Mas, obviamente, nao resultou e por isso insisti. Passado pouco tempo
ja nao conseguia ver o ecra e disse-lhe mais veementemente para nao estar sempre em cima de mim! E ele, ja um perito na chantagem psicologica respondeu afastando-se, "esta bem, se ja nao gostas de mim..."

E bonito, e!

Wednesday, April 10, 2013

mais um indice de crescimento

Compramos sapatos no fds. O M calca o 35. Em Setembro calcava o 33.  Ah, e tem 7 anos. Fica registado.

chegadinha de Londres

A minha recepcao de ontem, 'a chegada de Londres, foi optima. O M supostamente ja estava a dormir mas mal a babysitter saiu veio ter comigo a cozinha, e depois de se certificar que eu nao o mandava logo para a cama, saltou para o meu colo e deu-me beijos e abracos.

Foi tao bom! E tao diferente das vezes em que me costuma ignorar durante uns dias para me fazer penar por te-lo deixado sozinho.

Friday, April 5, 2013

nerdices

a ideia do meu filho do programa ideal para sexta feira a noite: ver um DVD de aprender a jogar xadrez enquanto jogamos um jogo de xadrez. Este miudo e' mais crominho do que eu!

zangado, muito zangado, e??? nada

Ontem quando fui buscar o M ao futebol foi assim:

Eu: M, estas todo molhado!
Ele, de sobrolho franzido e ar zangado: Pois, foi o nao sei quantos que me empurrou! E eu cai e fiquei todo molhado!
Eu: Empurrou-te? Que chatice...
Ele, num tom cada vez mais zangado: Ate tenho as cuecas molhadas!!!
Eu: E porque e' que ele fez isso?
Ele, zangadissimo: Nao sei! Foi quando estavamos parados! E o professor nem viu!!
Eu: Oh, e entao, o que e' que tu fizeste?
Ele, num tom de voz absolutamente normal: Nada

Quem sao as percentagens?

Sabes, estive a ver e tu estas mesmo grande!! Deve ser por ires para
a cama cedo e dormires muito [ha que puxar a brasa a nossa sardinha].
Tens crescido tanto! Depois do medico fui ver na internet e tu estas
no percentil 97 em altura!

O que e' que isso significa?

Significa que em 100 meninos so ha' 3 que sao mais altos que tu!

E quem e' que eles sao???

Thursday, April 4, 2013

consulta dos 7 anos

Ontem fomos ao medico `a consulta dos 7 anos. Aqui ficam dois numeros e respectivas estatisticas:

Altura: 132 cm (mais 10 do que no ano passado), ou seja, percentil 98

Peso: 30kg (mais 2.5 do que no ano passado), ou seja, percentil 92

De resto tinha um ouvido um bocadito encarnado, e e' preciso ter atencao a postura.

Em suma, esta enorme e recomenda-se!

Wednesday, April 3, 2013

Os Nossos Votos de Boas Festas (autoria do Mathias)

A todos um Bom Natal

Tlim Tlim Tlim Tocam os Sinos

Jingle Bells

E ja agora as boas noites!

[Sei que estamos em Marco, ou seja, muito fora da epoca Natalicia. O que nao sei e' porque e' que estes posts ficaram em draft em vez de serem publicados. Os ultimos 3 posts sao todos antigos, nao sei bem de quando...]

Expressões Portuguesas

Desde que chegámos a Lisboa que o M está cada vez mais Português nos seus maneirismos e cada dia chega a casa com uma expressão nova. Outro dia foi o "à pois é!" e qualquer pregunta que lhe fosse feita era retornada com um "à pois é" qual programa do Bruno Nogueira (e não sei bem o porquê desta associação mas ela existe).

Ontem passámos ao "ena pá!" (embora eu tenha vetado logo a parte do "pá"), e tivemos a seguinte conversa:

- Amã, tu já viste um filme de uma arca?
- Uma arca?
- Sim, um video de uma arca a matar o tratador
E quando eu finalmente percebo e me preparo para responder ele diz-me,
- Ena pá!

as criancinhas dos outros

Sempre gostei de crianças e, até mais ver o contrário também é verdade. Em tempos longinquos podia passar horas a admirar sorrisos, a brincar com os putos, a falar sobre os ditos cujos. Não me chateava o barulho, as birras ou os choros. Pelo contrário, tinha pena, empatia, vontade de ajudar. Isso era dantes, naquele periodo famoso que dá pelo nome de "antes do M". Agora tenho pouca paciencia, fico rapidamente farta, e penso que se o meu se está a portar bem porque é que tenho que ouvir os choros de outros?! Em vez disso quero adultos, conversas sérias e jantares silenciosos. Continuo a gostar, e muito, de crianças mas não é o mesmo, e pergunto-me porque é que as criancinhas dos outros não são todas como a minha.

gostar da cara dele

Ha 15 dias:

Ama, tu gostas da tua cara?
Sim, gosto. Porque?
Porque eu nao gosto da minha.
Nao gostas da tua??!! Mas como se e linda! Eu gosto muito da tua!
Nao gosto. Acho que nao estou habituado. [!!!]

Ontem:

M lava os dentes que estas ha 5 minutos a olhar para ti proprio para o espelho. Va la!!! Toca a despachar que vamos chegar atrasados! Um dia has-de me explicar porque e que passas sempre tanto tempo a olhar para ti proprio ao espelho! E tantas poses que fazes! Sim, ainda por cima dizes tu que nao gostas da tua cara, imagina que gostavas!

Ah, agora ja gosto!

Assunto resolvido.

[Mas uma coisa e certa este miudo nao pode ver um espelho sem fazer uma qualquer posse. De manha e a noite - enquanto lavamos os dentes - e sempre um verdadeiro show]

a procrastinacao infantil

Os adultos fazem como eu. Sao 9.30 da manha e, em vez de estar a trabalhar estou a escrever emails. As criancas, ou pelo menos o meu, especializam-se na arte da 'protelacao', ao estilo 'ja vou', 'ja vai', 'estou a ir', 'faco depois'. Mas estas tem resposta facil por isso o M anda a treinar umas tecnicas  melhores. Hoje, estava eu a lavar os dentes e a pedir-lhe que lavasse os dele ja, e ele olha para o espelho com um ar cientifico e pergunta, "ama, mesmo que uma pessoa fosse muito alta nao conseguia ver os pes no espelho, pois nao?". E pronto, la fico eu curiosa e comeco a tentar ver os meus pes, e ele os dele, etc e tal. E assim se passaram mais 5m sem lavar a dentuca.

o corpo que fala (ou as batatas gordinhas da tia Catarina)

O M usa muito a linguagem gestual. Ou melhor, usa o corpo para comunicar. E, para alem disso, e um miudo observador. Quando lhe pergunto o nome de um miudo de la da escola ele descreve-me sempre o miudo com os seus atributos fisicos, mas nao e' com alto/baixo, louro/moreno, e' mais a forma da cabeca e afins. Por exemplo, tem uma teoria de que os Jo-oes (por alguma razao estranha, o M tem tendencia a ter muito bons amigos chamados Joao) tem a cabeca redondinha e fazem umas ruginhas a volta dos olhos quando se riem. Esta descricao e sempre acompanhada dos gestos feitos pelo proprio.

Tudo isto para dizer que quando esta a explicar qualquer coisa o M nao se coibe de usar o corpo para exemplificar o que esta a dizer. E dai saem algumas situacoes caricatas. Estavamos nos em Londres, no centro de Londres, numa rua cheia de gente e o M estava rabugento porque tinha fome e estava cansado. Para o distrair perguntei-lhe o que e' que ele tinha jantado no dia anterior. Frango com batatas. E estavam boas? Sim, mas nao eram batatas daquelas, sabes? Quais batatas? pergunto eu. Eram batatas gordinhas. Batatas gordinhas?? E passo continuo, agacha-se no chao, com as maos as fazer um 'arco' ao longo do corpo. Ah, batatas gordinhas, claro!!! (Outro menos experiente chamar-lhes-ia batatas redondas, mas o meu filhote gosta destas metaforas corporais)

o cansaco da ginastica da ama

A semana passada o M veio assistir a uma das minhas aulas de ginastica. Havia la mais uns quantos miudos e ele passou o tempo a brincar embora viesse observar cada vez que a musica mudava.

Nesta segunda voltou a ir comigo. Desta vez so la estava uma outra menina e por isso ele esteve algum tempo sentado em cima de uma bola a observar. Quando fomos para casa perguntei-lhe se ele tinha gostado da aula, ao que ele me disse que sim, que gostou quando eu estava com as pernas no ar a fazer assim. Animada disse-lhe, ah, se calhar quando fores mais velho podes vir fazer ginastica comigo. Gostavas disso? Acho que nao, diz-me ele, fiquei muito cansado!!

Tuesday, April 2, 2013

a caça aos ovos da Pascoa

Neste Domingo de Pascoa chuvia a potes e os ovos tiveram que ser escondidos dentro de casa. Eram 25 ovos de chocolate enviados pela avo Ninna, que foram escondido em sitios mirabolantes como a maquina da roupa. Com a devida orientacao e perseveranca, foram todos encontrados.

p.s- Ainda assim o M fartou-se de se queixar que esta nao tinha sido uma Pascoa boa porque nao tinha podido brincar com o primo.

??!!?? (a tua empregada e melhor que a minha)

M, vamos embora, digo eu pela enesima vez, enquanto ele brinca com uma espada e uma bola.

Esta bem! responde ele e, acto continuo, atira os brinquedos para o meio do chao e vai-se embora.

??!!?? ficou tudo arrumado ??!!??

Wednesday, March 27, 2013

cansaco

Ha dias assim... hoje o cansaco acumulado ao longo da ultima semana tomou conta de mim. Mal consigo manter os olhos abertos. Ontem acabei de escrever um coisa importante e hoje deveria estar a acabar o meu proprio artigo. Mas tenho tanto, tanto sono.

E que para alem do trabalho, o M tem andado a dormir pouco e mal. E anteontem comecou a acordar a meia noite, hora na qual eu me dirijia a cama. Teve febre, passou a noite toda a acordar, mexer-se, etcetera e so adormeceu la para as seis da matina.

Como ontem tinha mesmo que acabar este book manuscript review, a adrenalina tomou conta de mim e consegui trabalhar ate as dez da noite. Mas hoje.... hoje e outra historia, hoje vou deitar a cabeca por cima do computador e testar aquela velha tecnica de aprender por osmose.

Tuesday, March 26, 2013

premio-melhor-legenda-para-obra-de-arte

No fim de semana fomos ver a exposicao da Joana Vasconcelos. O M entrou no espirito da coisa e percebeu bem o candelabro feito de tampoes, recebendo assim o premio de melhor legenda para uma obra de arte.

 "Olha, amã, este é feito de bombas explosivas!"





Wednesday, March 20, 2013

o futebol esta-me a dar cabo das ferias

Durante a semana e um pesadelo tirar o M da cama. Tem sono, esta rabugento, precisa de dormir. Custa-me acorda-lo nao so porque e' realmente dificil, mas tambem porque nao gosto de acordar ninguem, principalmente criancas que dormem com um ar angelico e fazem barulhinhos com a boca.

Passa a pagina para as ferias da Pascoa. Falamos de ele poder finalmente dormir ate mais tarde, poder descansar um pouco. Em vez de entrar na escola as 8.05 da manha, o futebol so comeca as 9. Em vez de haver marcacao de presenca, pode chegar tarde a vontadinha. E, em vez de ser super dificil acorda-lo, ele acorda antes das 7 da matina!

So de si isto ja e suficiente para me tirar do serio. Mas nao ficamos por aqui...

Acorda, vai a casa de banho e vem para a minha cama onde comeca imediatamente a falar e, se possivel, a resmungar entre bocejos. Porque? Porque tem sono e, boa criancinha que e', esta  convencido que nao.

Esta manha veio ter comigo explicando que nao tinha bem acordado, ele so tinha acordado porque  tinha tido que ir a casa de banho... Nao tem mal, disse-lhe eu, de qualquer forma hoje temos que sair mais cedo para ir entregar um papel na tua escola. E eu posso ficar em casa enquanto tu vais a escola? Nao, claro que nao! Nao so porque nao podes ficar em casa sozinho, mas tambem porque a seguir vamos directos para o futebol.

Silencio.

Eu ja nao quero ir mais ao futebol. Podes-me desinscrever? E' que assim nao posso fazer nada. O futebol esta-me a dar cabo das ferias!!!

E eu, meu querido, que pensava que era o acordar as 6 e tal da matina que dava cabo das ferias de qualquer um...

[Ha que dizer que cada vez que ele tem uma destas saidas eu desato-me a rir. Gosto muito da forma que o meu filho tem de se exprimir. E os gestos que faz com as maos e com a cara enquanto fala sao o maximo.]

sou muita bom nisto! (a escolher a roupa, neste caso)

O M nao liga puto a roupa que usa. Sou eu que lha escolho todos os dias (agora que ele usa farda e' ainda mais facil) e ele veste sem resmungar. A unica coisa que o chateia sao as meias. Embirra com algumas meias -- eu nunca sei bem quais sao, mas mal ele as poe nos pes avisa-me -- e recusa-se a usa-las.

Esta semana, depois do banho, disse ao M para ele ia para o quarto dele vestir-se. E ele gritou de la de dentro se podia ser ele a escolher a roupa. Disse-lhe que sim, e ele gritou de volta a dizer que ia ficar muito giro porque estava a escolher uma combinacao muito boa. Fabuloso, disse eu, ja me mostras.

E passado uns minutos ele apareceu. E eu, que acredito no positive reinforcement (que alias funciona super bem com o Mathias), disse-lhe que ele estava girissimo. Pois, diz-me ele, eu sou muita bom nisto, e esta tambem e uma combinacao que tu as vezes fazes, nao e? e eu lembrava-me!

Mais uma vez, o meu filhote e' um querido.

Tuesday, March 19, 2013

as melhores amigas do M

As melhores amigas do M somos eu, a avo L, e a prima I. Eu ganho 'ai so por um por cento' diz ele. Mas ganho :)

A fome e o futebol

Esta semana o M esta num campo de ferias de futebol. Ontem foi o primeiro dia. Fui busca-lo e ele vinha mal disposto. Estivemos um pouco em casa e depois fomos jantar fora. E ele comeu: 3  croquetes grandes, um bife, um ovo estrelado, batatas fritas, e um arroz doce!!! Mal acabou de comer veio para o meu colo dar-me abracos.

As vezes esqueco-me que o M quando tem muita muita fome fica super mal disposto.

E sim, andamos numa completa fase de abracos. E muito bom.